desenhar do escuro

Últimas provas (as sextas!) das imagens do livro DESENHAR DO ESCURO. Graças à paciência e competência do Carlos Carapinha da GUIDE estamos finalmente prontos para avançar com a impressão.

concerto Germinal

fotos © Paulo Pereira do concerto Germinal com o Rodrigo Amado e o Nuno Rebelo ontem no Planetário do Porto. Produção Cão Danado.

O CONVIDADOR DE PIRILAMPOS em Algés

nova temporada de O CONVIDADOR DE PIRILAMPOS no Teatro Amélia Rey Colaço (Algés): segunda 19 abril a sexta 23 de abril para escolas (10h30 e 14h) e fim de semana 24/25 abril às 11h para famílias.

LISBOAGORA (II)

Foi quase há um ano, que eu, o Alexandre Coelho e o Nuno Pratas, criamos LISBOAGORA: uma equipa multidisciplinar de 60 pessoas inscreve o seu trabalho de forma performativa no espaço urbano. Reúne artistas e intérpretes de diferentes gerações e linguagens – dança, cenografia, desenho, literatura, música, pintura, spoken word, teatro ou fotografia – com produtores, técnicos de som, imagem, luz, designers gráficos e videográficos. Promove o cruzamento de diferentes linguagens artísticas expressando-se através das plataformas digitais. Aqui fica o registo da transmissão integral, para ver e rever. #lisboagora

LISBOAGORA (I)

Foi quase há um ano, que eu, o Alexandre Coelho e o Nuno Pratas, criamos LISBOAGORA, aproveitando o financiamento concursado pela Câmara Municipal de Lisboa, de apoio ao buraco que o covid 19 causou na criação artística da cidade. Chegou agora a altura de mostrar – a partir de terça 16 março – o que fizemos, com uma equipa de 60 pessoas (artistas, produtores, técnicos). Mais, em breve…

estreia de SEXTA FEIRA no festival Alkantara

Fotos do espectáculo SEXTA-FEIRA, (estreado ontem no festival ALKANTARA/Teatro Nacional D. Maria II; Lisboa) a minha colaboração mais recente com a Cláudia Dias: os desenhos digitais que a acompanham em cena conjuntamente com a música do Vasco Vaz e Miguel Pedro e a luz desenhada pelo Nuno Borda de Água.

VÁLVULA no Funchal

com o Flávio Almada, para apresentar VÁLVULA no VIII Encontro da Leitura em Voz Alta – Ler com Amor, organizado pelo fantabulástico CONTIGO TEATRO,  no Tecnopolo do Funchal (foto de Paula Delecave)

a mulher sem cabeça

ontem no warm up do MOTEL X, no Covento da Bernardas, acompanhado do MC Papillon, a desenhar no espectáculo A MULHER SEM CABEÇA baseado no conto do Gonçalo M Tavares com direção artística do Paulo Duarte Ribeiro. (foto da Julita Santos, que foi quem nos juntou).

trabalho em curso

a capa é o rosto do livro, e o Zeferino Coelho é um dos raros editores que tem coragem e disponibilidade para ir à gráfica vê-lo nascer; vem isto a propósito da capa que fiz para o mais recente livro do Ondjaki, nas vossas mãos lá para Agosto ou Setembro.