Arquivo de etiquetas: divino sospiro

já nem faltam 2 dias para estrear

é hoje o ensaio geral, à hora do espectáculo. ontem o pré-geral demorou uma tarde inteira.

sinto que deixámos o casulo: há uma efeversccência em que toda a gente se empenha para melhorar os detalhes. somos todos peças de uma máquina grande e sabemos onde cada um deve estar e quando.

combato uma gripe, a energia em baixo, há uma pequena nuvem sobre a minha cabeça. talvez seja só parte do trabalho de parto.

faltam 3 dias para estrear

ensaio corrido do 3º acto: estamos prontos para os gerais.

desejaria esticar para o dobro (pelo menos) este tempo que passo no meio do fosso da orquestra rodeado de naipes de cordas, sopros, a sentir (literalmente) o vento causado pelos movimentos do maestro sobre a minha cabeça, e a estremecer com os pulos que dá em cima do estrado.

mais perto da música? só se enfiar a cabeça dentro de uma tuba, ou assim.

há uma sensação geral de finalização, de estarmos a chegar ao destino da nossa viagem. como dizem os ingleses: “looking forward to…”

faltam 10 dias para estrear

até onde devo planear os meus desenhos nesta ópera? a tentação de ter tudo ensaiado é grande, porque oferece segurança numa performance tão rigorosa como a partitura.

mas aprendi durante os ensaios que a música barroca é das menos “escritas” ou seja, deixando muito para o intérprete improvisar ou “interpretar”. não é isso que eu devo fazer também?

faltam 12 dias para estrear

primeiro ensaio corrido de todos os recitativos para cantores, baixo contínuo e maquete. soube bem poder sentir o fluxo narrativo da ópera, com o Carlos a controlar as movimentações de entrada e saída de personagens. deu também para peceber os locais onde o meu trabalho está mais frágil e a precisar de mais ideias.

a equipe está em alta.

faltam 15 dias para estrear

um dia confuso, cheio de variadas solicitações impedem-me de me concentrar no trabalho: uma conferência de imprensa de manhã, a montagem de uma pequena exposição e  apresentação de livro à tarde.

é desesperante como as solicitações da imprensa vêm justamente na altura em que mais nos temos de concentrar no trabalho em cena.

faltam 16 dias para estrear

mais apresentação do projecto aos novos cantores, mais maquete, mais storyboard, mais ensaios de recitativos, mais preparação de conferência de imprensa e finalmente! uma hora e meia para projectar algumas imagens e trabalhar movimentações com os cantores.

tantos preliminares e parece que nunca mais pomos as mãos na massa!

faltam 17 dias para estrear

primeiros ensaios de árias e recitativos com os cantores. é incrível como as vozes tiram as notas do papel para as transformar em emoções. tempo também de conhecer mais 2 cantores (Geraldine McGreevy e Maria Hinojosa) e começar a entender a escolha do naipe, as diferenças de timbre, interpretação, força. tempo de perceber a visão que o maestro Enrico tem da obra nos seus mais pequenos detalhes. alguns recitativos já me dão ganas de criar imagens/sons. mas por enquanto é apenas tempo de ouvir, não de desenhar.

faltam 18 dias para estrear

primeiro encontro com metade do elenco ( cantores Ana Quintans, Martin Oro e Pamela Lucciarini).
eu e o Carlos Pimenta tentámos explicar com a nossa maquete e storyboard aquilo que se vai passar visualmente.
“very promissing” comentou um deles no final.
mas a verdade é que, ao ver o Carlos a transportar as figurinhas para cá e para lá, não pude deixar de pensar que o que nos espera é bem mais que cartão.